capa-viagem-jericoacoara-Daiany-Hank-2022

Tudo sobre minha viagem à Jericoacoara

Contei aqui todos os detalhes e muitas fotinhos sobre essa experiência
Daiany Hank

Daiany Hank

Migas, vou contar aqui como foram as minhas experiências nessa viagem, os passeios, restaurantes, os valores e responder algumas perguntas que vieram...

Primeiro, nós compramos com a Decolar esse pacote. Era um pacote já incluso o hotel, o café Jeri com a passagem Floripa-São Paulo, São Paulo-Jeri, então achamos muito bom o preço e resolvemos comprar por lá. Sempre deu tudo muito certo quando compramos outras vezes no site, também tem preço muito bom. (Até outros passeios a gente acaba comprando por lá).

Look Doce Trama descolado e confortável deusoooo!

Eu e Junior saímos na quinta-feira pela manhã, pegamos o voo Floripa-São Paulo e depois São Paulo-Jeri. Jeri fica a uma hora do aeroporto, uma horinha de carro, tem que contratar um carro 4×4 para levar até o “centrinho”, porque não vai outro tipo de carro. A estrada tem vários pontos por dentro da praia, buracos, estrada de chão, alguns lugares nem pega sinal no celular.

Chegamos! E bora curtir!
Nossa casinha por esses dias @cafejeriofficial!

Então, quando chega lá tem que pagar uma taxa para poder entrar na cidade, uma taxa de turismo (R$30,00 por pessoa). Pode pagar lá na hora, porém tem muitas filas, então aconselho já baixar a taxa antes na internet e pagar, aí é só apresentar no celular que tá pago a taxa que tá tudo certo. Esse é o link: Gerador da Taxa de Turismo.

Ficamos no Hotel Café Jeri. Esse hotel é super novo, ficou pronto no início do ano, tudo super novinho. Achei tudo muito bom, atendimento, comida, drinks, café da manhã também.

A balada é das 4 horas às 10 horas da noite, assim de manhã não tem o barulho da balada à noite, então pra dormir à noite fica bem tranquilo. Várias coisas fecham às 10 horas da noite, eles respeitam muito essa questão (dentro do quarto no horário que a balada estava funcionando não era um barulho que chegava incomodar), por isso achei tranquilo.

A balada do Café Jeri fica no Roof Top. No primeiro dia chegamos, tomamos um banho e comemos no Hotel mesmo. Fomos à noite curtir a balada do Café Jeri (para quem é hóspede do hotel tem um Espaço VIP reservado, um Camarote Vip bem alto de frente para o palco). Não precisa pagar nenhum custo e o acesso é ilimitado todos os dias que estiver hospedado. O estilo de música é eletrônico.

Recomendo ir no horário do pôr do sol porque é muito bonito o pôr do sol de lá.

Fomos jantar no Dona Amélia. Nós comemos o famoso camarão no abacaxi que falaram, indicaram muito o restaurante Dona Amélia, porém não curtimos muito a experiência, na nossa opinião tem opções melhores para comer o famoso camarão no abacaxi!

PASSEIO LADO LESTE

No Segundo dia, já começamos fazendo passeio para o lado leste de Jeri. Tem o centrinho, e de lá saem passeios para o lado leste e para o lado Oeste. 

Ali no centrinho é tudo estrada de chão, é areia, então o único calçado lá é chinelo de dedo, havaianas. Acabei levando outras coisas, porque eu levei coisa para trabalhar, para fotografar, então acabei levando rasteirinha, mas a vibe lá é bem “roots”, é tudo pé na areia. Até dentro dos restaurantes, alguns também tem o chão batido. 

A localização do hotel também é excelente, fica bem no miolo do centrinho. É bem parado durante o dia, o negócio lá é à noite que fica tudo movimentado, mas também 22 horas já começa a fechar, algumas coisas pelas 23 horas. Eu aconselho se hospedar nesse lugar e dali sair para fazer os passeios. Porque os passeios não são um do lado do outro, são cantos separados e todos estão longe (são bem isolados, digamos). É no centrinho onde fica a praia, os restaurantes, lojinhas e infraestrutura local.

Só que essa praia não é bonita, nem chegamos a tomar banho. Tem uma água cristalina, só que tem tipo uma sujeira de alga (não sei se é sempre, mas nesses dias estava assim), e também um cheiro muito forte.

O passeio mais bonito lá são as Lagoas naturais, lagoas que se formam com Águas da chuva e, por isso nos tempos de seca essas Lagoas acabam secando. São melhores os passeios que são pontos turísticos, as Lagoas ou Rios, as praias não são atrativas.

Para o passeio que fizemos para o lado leste nós contratamos Buggy, nós fizemos a compra antes com o Lucas Passeios, porém ficou mais caro, pois na hora tem várias agências pelo Centro que são mais em conta. Não aconselho pegar com bugueiros que ficam na frente dos hotéis, pois mesmo dizendo que já tínhamos alugado, nos pediram dinheiro. (Não dá pra confiar, né?)

Se for alugar na hora, vá a uma agência ou peça indicação no hotel. Alugamos com o Lucas Passeios, o Buggy por R$ 700 para fazer o passeio completo de um dia inteiro, lá nós achamos por R$ 450. Então foi uma diferença muito grande, né?!

A primeira parada de Buggy para o lado leste foi a lagoa do Amâncio, que fica dentro do Parque Nacional de Jericoacoara, é cheio de Dunas e aquela Lagoa se forma com água da chuva, é maravilhosa, água quentinha e limpa (uma delícia), porém a maioria não fica ali se banhando.

Saímos dali fomos para o Alchymist, mas como eram muitos lugares para conhecer, não teve como ficar muito tempo em cada um. Por isso aconselho dedicar para aproveitar com mais calma o lado leste, por exemplo, fazer dois dias o lado leste e dividir os passeios. Recomendo fazer metade desse roteiro completo que a gente fez em um dia, e metade no outro. 

O Alchymist Beach Club é o Beach Club mais famoso de lá, muito bonito. A entrada é R$ 35 por pessoa só não pode entrar com comida e nem bebida (tem que consumir lá de dentro) mas os valores nós não achamos exorbitantes ou exploradores. O valor das bebidas, da comida, tudo dentro do normal. Só pra ter uma ideia, o preço aqui em Balneário Camboriú por exemplo, restaurantes frente mar em Balneário são muito mais caros.

O Alchymist é muito legal, eu deixaria um meio-dia pelo menos para passar lá. Chegar início da tarde e ficar até o fim da tarde ou então de manhã cedinho e almoçar. Nós acabamos ficando duas horinhas lá só.

Lá tem as cabaninhas. Nós pegamos uma cabana Vip que fica bem no coração que eles têm. A água dentro do coração é uma lagoa artificial com água bem gostosa para tomar banho, água quentinha, tem redes, aqueles brinquedos infláveis, tudo incluído dentro dos R$ 35 para ficar lá. Para ficar na área VIP do coração era R$ 100 a mais por pessoa, mas resolvemos pagar para ter aquela experiência de ficar numa cabana mais reservados. Eu acho que é um lugar que não pode deixar de ir.

Próxima parada: Buraco Azul, que é um dos pontos turísticos mais famosos de Jeri. Realmente é um lugar lindo, muito bonito, eu acho que foi R$ 20 ou R$ 30 por pessoa para entrar e daí pode ficar o dia inteiro, é lindo demais esse Buraco Azul.

Eles tiraram a terra para fazer o buraco, que tem 7~8 m de fundura. Foi tirado areia dali para construção do aeroporto e ficou esse buraco, quando choveu e encheu, ele ficou essa coloração azulada.

Por que tem algum minério na areia, no barro do buraco que deixa a cor da água daquele jeito e ficou lindo, muito bonito mesmo.

Uma pena que só ficamos ali por uma horinha, e como é um lugar que faz muito calor, é o lugar ideal pra ficar curtindo, tomar sol e entrar na água.

Nós fomos para outro outro Beach Club, que é o Lagun Beach Club. Também é muito bonito, só não é tão grande e não tem tanta coisa igual ao Alchymist. Achamos bem bacana que tem uma piscina bem gostosa, tipo prainha. A infraestrutura também bem legal, cheia de mesa, espreguiçadeira, bem gostoso também para passar um meio-dia assim sabe. O valor de R$ 20 a entrada é irrisório. E lá dentro tem os restaurantes para consumir e também tem uma tirolesa que paga à parte, mas é R$ 15 e você pode descer quantas vezes quiser a tirolesa.

Saímos e fomos para as Dunas para ver o pôr do sol lá. O pôr do sol lá é surreal de lindo e voltamos para o hotel.

Fomos jantar no Cantina Jeri.

Massas maravilhosas, o preço também muito bom acho que eu paguei R$ 45 a massa com molho pesto, o Junior pediu um macarrão 4 Queijos e o prato é bem servido que chegou a sobrar. Pedimos uma carne para complementar, o prato com Picanha R$ 64, o restaurante fica em frente ao Café Jeri, é só atravessar a rua. Amamos, por isso recomendo.

SEGUNDO DIA

No segundo dia nós fizemos o lado oeste e escolhemos o quadriciclo por que quisemos diversificar.

PASSEIO LADO oESTE

O passeio para o lado oeste é mais radical, pois é o caminho para as dunas e faz uma travessia de balsa.

TRILHA DO MANGUE

Lagoa de Tatajuba

Fizemos o passeio às 9h30 da manhã e chegamos pelas 4 horas da tarde no hotel. E esse trecho de quadriciclo é muito cansativo, porque não tem apoio nas costas e, por isso fiquei com dor nas costas e eu senti um pouco de medo, porque é uma moto de quatro rodas, então não nos sentimos tão seguras. Além disso, não é nada confortável, vem a areia o tempo todo, é de capacete, mas o capacetinho menorzinho não tem viseira então acaba indo muita areia no olho. Eu recomendaria o passeio de quadriciclo por uma hora, mas não para o passeio todo, o UTV (“Utility Task Vehicle”) é bem mais confortável, só que o valor também é bem mais caro, ou então faria de caminhonete mesmo.

Fomos jantar em um restaurante que me indicaram no instagram, fica dentro da pousada Clube dos Ventos e o nome do restaurante é La Plage, muito bom! Nós escolhemos o menu degustação. Era um jantar especial à luz de velas com música ao vivo voz e violão. Super aconchegante, super bonito, atendimento ótimo.

O menu degustação é maravilhoso, olhando, achávamos que os pratos não tinham tanta comida, mas não conseguimos comer tudo, porque eram duas entradas (ostra gratinada e carpaccio de atum), dois pratos principais, que eram risoto de frutos do mar e mais um prato com o peixe e musseline de batata doce e com castanhas em cima do peixe. Estava sensacional e mais a sobremesa que era uma cheesecake de ricota com geleia em cima. Valores: menu degustação era R$ 189 por pessoa, bebida não inclusa, então ficou uns R$ 500 por casal. Nesse lugar foi a janta mais cara que pagamos, porém foi a melhor janta, comemos muito bem, a comida estava maravilhosa.

Recomendo conhecer, e é melhor fazer a reserva antes, pois é bem concorrido.

terceiro DIA

O terceiro dia lá era domingo. Deixamos o dia livre. Então, de manhã nós curtimos a piscina do hotel, que inclusive é uma delícia!

Fomos no centrinho almoçar no Bigode, porque é um restaurante que os bugueiros indicaram, mas não gostamos. Não recomendo a experiência.

Voltamos para o Hotel e decidimos contratar o passeio de duas horas de UTV até as Dunas do lado oeste com o guia, ele também é fotógrafo então ele levou câmera profissional e Drone, pagamos R$ 400 a mais no pacote para pegar esse serviço.

Amamos, foi maravilhoso! Só recomendo reservar o carro e o serviço com antecedência.

Neste dia fomos no centrinho jantar por ali mesmo. Fomos na Hamburgueria Los Locos que é bem na frente da praça, um hambúrguer muito bom que era R$ 35 com batata frita muito boa e vem com molhinho.

mais fotinhos que resolvi compartilhar

Acho que o passeio de 5 dias em Jeri são suficientes para conhecer e curtir, porque além desses pontos que eu falei não tem muitos outros pontos turísticos pra ir. Nós acabamos não fazendo foto na árvore da preguiça, porque a fila era grande para fazer fotos e a Pedra Furada que é outro ponto turístico que tem lá, mas o acesso até lá é ruim, demora uns 45 minutos para ir, tem que fazer uma trilhazinha a pé, é um pouquinho perigoso e não é indicado ir com criança.

Faria o lado leste em dois dias pra conhecer alguns pontos que não deu tempo de conhecer.

E aí migas, gostaram de fazer o passeio aqui junto comigo com um resumo e as fotos?

Alguma dúvida? Comente aqui! 👇😘

Compartilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

1 comentário em “Tudo sobre minha viagem à Jericoacoara”

  1. Adorei acompanhar a viagem pelo insta, agora já tenho todas as diquinhas gravadas aqui, adorei a matéria Dai, muito completa e bem explicadinha! ❤️

Comentários encerrados.

Veja mais

Deixe sua mensagem

%d blogueiros gostam disto: